Seja para viagens, passeios ou mesmo para deslocamentos cotidianos, é fundamental para quem tem um pet contar com alguma solução de transporte de animais. Afinal, ir a um lugar desconhecido tende a ser algo estressante, o que faz com que seja papel dos donos mantê-los tranquilos e felizes.

Da mesma forma, tais itens podem ser uma exigência para que o cão viaje de ônibus ou avião: nenhuma empresa permite que eles embarquem soltos. Assim, é preciso contar com uma bolsa ou caixa para transporte de animais.

Quem pensa que andar de carro com os pets é mais simples, está muito enganado. O Código de Trânsito Brasileiro coloca a condução com animais acomodados de forma incorreta dentro do veículo como uma infração. Como tal, o motorista está sujeito a uma multa e a levar pontos na carteira.

Quer aprender mais a respeito das opções de transporte de cachorro que existem no mercado? Então, continue lendo o artigo e confira algumas soluções que os donos podem escolher:

Caixa de transporte

Seja para levar o animal em um carro, avião ou mesmo no veterinário, essa é uma das opções de transporte mais comuns entre os proprietários de cães.

Como o próprio nome diz, uma caixa de transporte cachorro nada mais é do que uma caixa, feita de um plástico leve, e que conta com orifícios para que o pet possa respirar. Ela também possui uma alça, que permite que o dono do animal o carregue sem maiores problemas.

O item, também conhecido como kennel, está disponível em diversos tamanhos e faixas de preço. Portanto, cabe ao dono do animal pesquisar a respeito dos tipos disponíveis e sua adequação à raça em questão.

Da mesma maneira, no caso dos aviões, é preciso definir se o pet viajará na cabine, com os donos, ou se será enviado no porão. No primeiro caso, é importante escolher um modelo com bastante ventilação e com fundo impermeável. No segundo, ele deve ser mais rígido e resistente, mas, ainda assim, com espaço para que o pet respire.

Bolsa de transporte

Por mais que a caixa ainda seja a opção mais clássica e popular para o transporte de cães, existe outro item que tem ganhado cada vez mais espaço no mercado: a bolsa transporte cachorro. Ao contrário da caixa, que é feita de plástico rígido, este item costuma ser feito de tecido, o que proporciona mais conforto ao pet durante a viagem.

Além dos trajetos cotidianos, esse item também pode ser usado para levar o pet em viagens. Nesses casos, é preciso tomar as mesmas precauções da viagem com a caixa, como:

  • Verificar as restrições de peso e raça;

  • Checar se é preciso ministrar um tranquilizante;

  • Emitir um laudo do veterinário atestando boa saúde;

  • Encontrar uma bolsa de transporte adequada.

Vale ressaltar que tanto no caso da bolsa quanto da caixa, a empresa aérea ou de ônibus pode cobrar pelo transporte do animal, e que pode haver um limite de pets por viagem. Por conta disso, é fundamental se informar com antecedência.

Cinto de segurança para cães

No caso de viagens de carro com cães, também é preciso adotar algumas medidas de segurança. A principal preocupação deve ser evitar que o pet atrapalhe ou desconcentre o motorista, o que pode causar acidentes.

Assim, a melhor opção – especialmente para cães grandes – é investir em um cinto de segurança específico para eles. Trata-se de uma espécie de guia, que é fixada no automóvel, com o objetivo de impedir que o animal circule livremente dentro dele, mas sem comprometer o seu conforto.

Cadeirinha para animais

Contudo, no caso de animais pequenos que não se adaptam à caixa nem à bolsa, o cinto não é uma opção: seu pequeno porte faz com que o item não seja eficaz para mantê-los no lugar.

Nesse caso, há a opção da cadeirinha para animais. Ela é semelhante a uma bolsa de transporte, mas é aberta e conta com opções para manter o cão em seu interior em todos os momentos, permitindo que ele viaje com conforto e segurança.

Grade de proteção

Por último, no caso de animais que viajam com o cinto de segurança, é interessante adotar uma medida de segurança extra: a grade de proteção. Como o próprio nome diz, trata-se de uma grade que tem como função evitar que o animal invada a área do motorista, permitindo que ele dirija com segurança.

5 maneiras para transportar seu cachorro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *