Com o dia a dia metropolitano, sempre numa crescente correria, animais domésticos ou pets, como são chamados, tendem a passar a maior parte do tempo sozinhos, enquanto seus donos trabalham, estudam, etc.

A ansiedade e solidão geradas pela falta de companhia, podem resultar em depressão, automutilação, latidos em excesso, queda de imunidade, queda de apetite e mudanças no comportamento, estes, tristeza e agressividade.

Para evitar que isso aconteça, muitos donos optam por deixar seus pets aos cuidados de creches especializadas neste tipo de trabalho, onde os animais passam o dia brincando e interagindo com outros animais da mesma espécie.

Os serviços oferecidos por uma creche

O serviço de adestramento de cachorro labrador é muito útil e eficaz para a saúde física e mental do pet, possibilitando que o cão receba treinamento adequado e seja socializado.

Antes de ir embora, caso o proprietário opte, o animal passa pelo banho e tosa que, além de deixá-lo limpo, permite aos funcionários verificar a presença de possíveis escoriações e parasitas.

No banho está incluso também a escovação dos dentes, limpeza de ouvidos, corte das unhas e a tosa higiênica.

Diferente do tradicional de hotel para cachorro, quando os animais passam alguns dias hospedados, enquanto os donos estão fora de casa, a creche segue uma rotina diária, como a dinâmica de uma escola.

Para a admissão do animal na creche canina com adestrador, é importante que esteja devidamente protegido de doenças e parasitas, pois o animal ficará em contato direto com outros animais de diferentes localidades.

Vacinas como V8 e\ou V10 e anti rábicas, são indispensáveis para segurança dos animais. Assim como remédios contra vermes, pulgas e carrapatos também devem estar em dia, são essenciais para evitar infestações e doenças.

Por que a creche faz bem ao seu pet?

Enquanto estão na creche, os hóspedes recebem assistência veterinária em período integral. Caso se machuquem ou passem mal, o atendimento é iniciado e o dono contatado logo em seguida.

Gasto de energia

Algumas raças são, originalmente, muito agitadas. Quando deixadas presas em pequenos espaços, onde limitem seus movimentos, como os apartamentos ou até mesmo, em um ambiente em que não há estímulos, este cachorro tende a não gastar energia.

Além de problemas de saúde, como a diabetes e comportamentais, como a ansiedade de separação, serem desenvolvidos, por falta de atenção.

Deixá-lo em um espaço amplo e que o estimule, o fará gastar energia e, em casa, ter um convívio mais tranquilo e uma saúde melhor.

Obediência

Muitas vezes, por falta de tempo e atenção dos donos, os cães passam a fazer tudo o que querem, se tornando os próprios reis da casa.

Ambientes como as creches, impõem regras e limites, os fazem entender a importância de atos simples, por exemplo, fazer xixi no lugar certo.

Além disso, de acordo com o pacote de serviços solicitado, os especialistas da creche também podem ensinam aos cachorros técnicas de adestramento.

Relacionamentos

Os cachorros têm costume de estranhar o que é novo. Quando é incluso em sua rotina um ambiente tão cheio de novidades, como os daycares caninos.

Eles se acostumam com os diferentes cheiros e cores e começam, gradualmente, a serem mais receptivos às mudanças. O resultado será um relacionamento melhor tanto com os outros cães, como entre as pessoas ao seu redor.

Comportamental

O excesso de energia por falta de atividades, o isolamento e a falta de atenção provocam ao seu cachorro mais paciência, ciúmes e até agressividade.

Quando em contato com novos ambientes, ele é capaz de ocupar sua mente e aprende a focar em brincadeiras que não sejam destrutivas. Já que um cachorro, quando irritado, tende a comer móveis e destruir objetos.

Psicológico

Um cãozinho estimulado fisicamente, com um amplo espaço, gasto considerável de energia, amor, atenção e carinho, só pode ser um animal com a saúde mental extremamente positiva.

Cuidados

Com alguém cuidando e observando o cãozinho ao longo do dia, é mais fácil perceber quando ele não vai bem ou quando apresenta algum sintoma fora do comum.

O contato só noturno ou aos finais de semana, tende a facilitar o agravamento de algumas doenças, uma vez que, por ver o cachorro esporadicamente, o tutor pode não perceber claramente a presença dos sintomas.

Tudo pode ser acompanhado pelos donos, pela internet, por câmeras instaladas na maior parte dos ambientes. A frequência com que o cão vai para creche, é uma escolha do dono.

Creche também se tornou lugar para cachorro! Você sabia?
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *