Ter um animar de estimação é um desejo cada vez mais presente na vida das pessoas, porque ter um animal por perto pode trazer inúmeros benefícios, como:

Alívio da solidão, do estresse, auxiliam na interação social, aumentam a longevidade, entre outros. Para escolher qual o animal que você deseja ter por perto, é importante ficar atento a algumas normas.

Os mais comuns como cachorros, gatos e peixes não exigem nenhuma atitude específica para comprá-los ou adotá-los.

Já para ter animais silvestres de estimação, como cobras, pássaros, aranhas ou outro tipo de animal que tenha nascido e viva em ambiente natural, é necessário  a comprovação de que o dono possui conhecimento, espaço suficiente e materiais que são necessários para manter o animal bem cuidado.

A instituição brasileira que é responsável por ditar as regras e normas da criação de animais silvestres é o ibama, o Instituto Brasileira do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis.

Nem todos os animais silvestres possuem liberação para serem criados em cativeiro, e aqueles que possuem autorização para isso exigem que seus compradores sigam uma série de normas.

O ibama tem como principal função garantir o bem-estar dos animais e manter o equilíbrio do meio ambiente.

Além disso animais silvestres que são criados fora  das normas podem causar transtornos e serem ameaça de perigo tanto para os donos quanto para as pessoas que moram próximos ao local de cativeiro.

O que fazer para legalizar um animal silvestre?

Para possuir um animal silvestre que seja legalizado, o único passo a ser tomado é fazer a compra do bicho em um criadouro que tenha autorização do Ibama.

trafico de animais  é uma atividade ilícita, que comercializa animais ilegalmente. Caso esse animal tenha sido retirado do seu habitat natural de forma ilegal, não há como legalizar o processo.

Nesses casos, a única possibilidade Licenças necessárias para ter um animal silvestreé devolver o animal para que ele possa ser remanejado para um centro de habilitação, zoológico ou um criadouro e, a partir de então, você começa o processo.

Se você mantém algum animal silvestre de forma ilegal, fique ciente de que estará sujeito a penalidades e multas. Para saber mais sobre os criadouros atualizados, basta ligar no numero do ibama ou acessar o site.

O que é um animal silvestre?

Um animal silvestre é aquele tipo de animal que não é doméstico, ou seja, não tem o costume de viver próximo as pessoas. Ele foi retirado da natureza e, por não ter o hábito de conviver com os humanos, pode ter diversas reações pela sua presença.

Uma dessas reações pode se apresentar na forma de dificuldade em crescer, se desenvolver e até se reproduzir em cativeiro. Os animais silvestres mais comercializados tanto no Brasil quanto no exterior são:

  • Aararas
  • Periquitos
  • Micos
  • Tartarugas
  • Tucanos

Segundo o ibama, mais de noventa por cento dos animais silvestres morrem  depois de serem retirados de seu habitat natural e os animais que são mais dóceis são os principais alvos de compra.

venda de animais exoticos só pode ser feita por um criador comercial que tenha autorização do Ibama e que possua a “Autorização de Uso e Manejo” , um documento que contenha o nome da espécie que vai ser adquirida.

Além disso, o animal deve possuir anilha ou microchip. A anilha é um anel muito usado nas aves, prendendo na pata do animal.

Enquanto isso, o microchip é um dispositivo bem pequeno que é implantado na pele do animal, e ambos possuem um número que possibilita identificar o animal.

As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste são as principais regiões de compra e venda ilegal de animais,  Existem diversas redes que se organizam para conseguir ultrapassar a fiscalização existente nas principais rodovias do Brasil.

A maior parte consumidores de animais ilegais se encontra no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Muitos traficantes têm o hábito de ficar girando os micos, por exemplo, pelo rabo para que eles fiquem tontos e então eles consigam oferecer ao comprador mostrando a imagem de um animal manso e dócil.

Outros traficantes. cegam os pássaros e chegam a cortar as suas asas para evitar a fuga.

Há outros que ainda arrancam os dentes e serram as garras dos animais para que eles se tornem menos agressivos e não passem a sensação de ameaça ao comprador.

Licenças necessárias para ter um animal silvestre
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *