Os animais são capazes de mudar a vida de qualquer pessoa para melhor. De acordo com uma recente pesquisa realizada por psiquiatras da Clínica Médico-Psiquiátrica da Ordem, na cidade do Porto, em Portugal, e publicada na revista científica Journal of Psychiatric Research, a doação de filhotes pode ajuda em tratamento de estresse pós-traumático e depressão.

O estudo entrevistou cerca de 80 pacientes que foram diagnosticados com distúrbios depressivos. Metade manteve os animais por perto durante o tratamento, enquanto as outras 40 pessoas seguiram sem adotar nenhum animal.

A metade que se relacionou com os pets, mostrou melhoras significativas, uma vez que a outra metade não demonstrou nenhuma evolução.

Partindo desse ponto de vista, desenvolvemos este conteúdo especial com o porquê de se adotar um pet. Confira a partir dos demais tópicos.

Adotar ou comprar?

Muitos decidem comprar um cão justamente por conta da aparência e raça do animal. Geralmente, ele vem com certificado de autenticidade de raça, cartão de vacinas completo e outras garantias oferecidas pelas lojas de pets.

No entanto, os animais não são itens sem vida, mas sim seres com direitos que devem ser respeitados acima de tudo. Ao pegar um cachorro para doação, o novo dono estará dando uma oportunidade de vida para o bichinho, ou seja, um recomeço.

Mas também é uma nova vida para quem o adota, pois o bichinho vai encher de alegria todos ao redor e fazer com que se sintam felizes em grande parte do tempo.

Os pets adotados recebem uma nova oportunidade de vida, um presente, e sempre mostram gratidão perante a isso. Portanto, adote um caozinho, pois tanto a sua vida, como a dele, pode melhorar.

Abrigo e solidão

Muitos bichos estão em abrigos e não ficam doentes, nem tristes, muito menos raivosos. Os centros ficam incumbidos de reabilitá-los para que possam se integrar normalmente a uma vida familiar.

Na maioria dos casos, a doação de cachorro só disponibiliza bichinhos que necessitam de um pouco de amor e de atenção. Diferentes tipos de lugares e organizações em nosso país e no mundo se encarregam de promover ações em que se pode facilmente adotar um pet.

Também existe a alternativa de encontrar um cão ou gato na rua que necessite de ajuda.Entretanto, neste último caso, é preciso tomar os seguintes cuidados:

Alguns desses cuidados, são:

  • Levá-lo ao veterinário;

  • Alimentá-lo com cuidado;

  • Conferir se ele está raivoso;

  • Verificar se o cão tem dono.

Que raça adotar?

Tanto para cães quanto para doação de gatos, a raça é algo que não interfere em nada. Para ter se ideia, as raças mestiças, conhecidas como vira-latas, são melhores que as raças puras em termos de resistência física.

Assim como acontece na natureza, essas misturas fazem com que as novas gerações venham com mais força e se adaptem melhor as condições do cotidiano.

Sendo assim, a expectativa de vida dos cães e gatos vira-latas é maior. Neste caso, seja um animal de raça ou vira-lata, ambos farão seus donos felizes e alegres.

Benefícios de se ter um pet em casa

Antes de sair por aí buscando por cachorros em adoção, confira alguns benefícios de ter um animalzinho em casa.

Segurança e saúde

Ter um cachorro de grande porte em casa significa mais proteção, pois é possível que o animal desestimule ações criminosas, como roubos, assaltos dentre outras situações.

Os donos de pets costumam apresentar níveis mais baixos de triglicérides e colesterol, fator ótimo para a saúde. Em relação às crianças, a companhia de pets ajuda a se adaptarem melhor durante a enfermidade ou morte de um dos pais.

Para aquelas crianças com problemas sociais, como autismo, síndrome de Down, etc. Ter um pet auxilia para o aumento da autoestima. A presença de um cão durante um exame médico feito em uma criança reduz o estresse e distrai o pequenino.

Ainda assim, foi constatado que os donos de pets sofrem de menos implicações  de saúde, física e psicológica. Por isso, possuir um animal de companhia pode reduzir a taxa de mortalidade em ataques do coração.

Os cães e gatos desempenham muitas das funções de apoio e suporte que um humano oferece para adultos e crianças.

Ótimo para idosos

Para os idosos, os animais de estimação em asilos incrementam as interações sociais e verbais. Os donos de pets têm melhor condição física por conta do exercício que realizam ao brincarem ou levar o pet para passear, inclusive os idosos.

Portanto, esses são os principais motivos para você adotar um pet. E aí, está esperando o que para mudar a vida de um desses bichinhos?

Por que adotar um pet?
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *